IMACULADO CORAÇÃO DA VIRGEM MARIA

 

Memória 

________________________________________________

Invitatório
________________________________
 

Ofício das Leituras

 

Introdução 
ouvir:

V.
Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Aquele a quem adoram

o céu, a terra, o mar,

o que governa o mundo,

na Virgem vem morar.

 

A lua, o sol e os astros

o servem, sem cessar.

Mas ele vem no seio

da Virgem se ocultar.

 

Feliz, ó Mãe, que abrigas

na arca do teu seio

o Autor de toda a vida,

que vive em nosso meio.

 

Feliz chamou-te o Anjo,

o Espírito em ti gerou

dos povos o Esperado,

que o mundo transformou.

 

Louvor a vós, Jesus,

nascido de Maria,

ao Pai e ao Espírito

agora e todo o dia.

Salmodia

Ant. 1
Desceu a bênção do Senhor sobre Maria,
e a recompensa de Deus, seu Salvador.

Salmo 23(24)

 1 Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, *

o mundo inteiro com os seres que o povoam;

2 porque ele a tornou firme sobre os mares, *

e sobre as águas a mantém inabalável. 

 

3 “Quem subirá até o monte do Senhor, *

quem ficará em sua santa habitação?”

=4 “Quem tem mãos puras e inocente coração, †

quem não dirige sua mente para o crime, *

nem jura falso para o dano de seu próximo.

 

5 Sobre este desce a bênção do Senhor *

e a recompensa de seu Deus e Salvador”.

6 “É assim a geração dos que o procuram, *

e do Deus de Israel buscam a face”.

 

=7 “Ó portas, levantai vossos frontões! †

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

 

=8 Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” †

“É o Senhor, o valoroso, o onipotente, *

o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

 

=9 “Ó portas, levantai vossos frontões! †

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

 

=10 Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” †

“O Rei da glória é o Senhor onipotente, *

o Rei da glória é o Senhor Deus do universo!”

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Desceu a bênção do Senhor sobre Maria,
e a recompensa de Deus, seu Salvador.

Ant. 2 O Senhor santificou sua morada. 

Salmo 45(46)
ouvir:

2 O Senhor para nós é refúgio e vigor, *
sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia;
3 assim não tememos, se a terra estremece, *
se os montes desabam, caindo nos mares,
4 se as águas trovejam e as ondas se agitam, *
se, em feroz tempestade, as montanhas se abalam:

5 Os braços de um rio vêm trazer alegria *
à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo.
6 Quem a pode abalar? Deus está no seu meio! *
Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.
7 Os povos se agitam, os reinos desabam; *
troveja sua voz e a terra estremece.

8 Conosco está o Senhor do universo! *
O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

9 Vinde ver, contemplai os prodígios de Deus *
e a obra estupenda que fez no universo:
= reprime as guerras na face da terra, †
10 ele quebra os arcos, as lanças destrói, *
e queima no fogo os escudos e as armas:
11 “Parai e sabei, conhecei que eu sou Deus, *
que domino as nações, que domino a terra!”

12 Conosco está o Senhor do universo! *
O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O Senhor santificou sua morada. 

Ant. 3 Dizem coisas gloriosas sobre vós, Virgem Maria. 

Salmo 86(87)

1 O Senhor ama a cidade *
que fundou no Monte santo;
2 ama as portas de Sião *
mais que as casas de Jacó.

3 Dizem coisas gloriosas *
da Cidade do Senhor:
4 'Lembro o Egito e Babilônia *
entre os meus veneradores.

= Na Filistéia ou em Tiro †
ou no país da Etiópia, *
este ou aquele ali nasceu'.

=5 De Sião, porém, se diz: †
'Nasceu nela todo homem; *
Deus é sua segurança'.

=6 Deus anota no seu livro, †
onde inscreve os povos todos: *
'Foi ali que estes nasceram'.

7 E por isso todos juntos *
a cantar se alegrarão;
– e, dançando, exclamarão: *
'Estão em ti as nossas fontes!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.  

 Ant.Dizem coisas gloriosas sobre vós, Virgem Maria. 

 

V. Maria guardava no seu coração.

R. As palavras e os fatos, e neles pensava.

 

Primeira leitura

Do Livro do Profeta Isaías             7,10-14; 8,10c; 11,1-9

 

Emanuel, o rei pacífico

            Naqueles dias: 7,10 O Senhor falou com Acaz, dizendo: 1“Pede ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do céu”. 12Mas Acaz respondeu: “Não pedirei nem tentarei o Senhor”. 13Disse o profeta: “Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar os homens e passais a incomodar até o meu Deus? 14Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel;

8,10 porque Deus está conosco.

11,1 Nascerá uma haste do tronco de Jessé

e, a partir da raiz, surgirá o rebento de uma flor;

2sobre ele repousará o espírito do Senhor:

espírito de sabedoria e discernimento,

espírito de conselho e fortaleza,

espírito de ciência e temor de Deus;

3no temor do Senhor encontra ele seu prazer.

Ele não julgará pelas aparências que vê

nem decidirá somente por ouvir dizer;

4mas trará justiça para os humildes

e uma ordem justa para os homens pacíficos;

fustigará a terra com a forçada sua palavra

e destruirá o mau com o sopro dos lábios.

5Cingirá a cintura com a correia da justiça

e as costas com a faixa da fidelidade.

6O lobo e o cordeiro viverão juntos

e o leopardo deitar-se-á ao lado do cabrito;

o bezerro e o leão comerão juntos

e até mesmo uma criança poderá tangê-los.

7A vaca e o urso pastarão lado a lado,

enquanto suas crias descansam juntas;

o leão comerá palha como o boi;

8a criança de peito vai brincar

em cima do buraco da cobra venenosa;

e o menino desmamado

não temerá pôr a mão na toca da serpente.

9Não haverá danos nem mortes

por todo o meu santo monte:

a terra estará tão repleta do saber do Senhor

quanto as águas que cobrem o mar.

 

Responsório Cf. Is 7,14; 9,6.7

 

R. Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um filho;

* O seu nome há de ser: Maravilhoso e Deus forte.

V. Sobre o trono de Davi e sobre o seu reino

a paz não terá fim. * O seu nome.

 

Segunda leitura

Dos Sermões de São Lourenço Justiniano, bispo

(Sermo 8, in festo Purificationis B.M.V.: Opera 2, Venetis1751,38-39)

 

Maria conservava tudo em seu coração

            Maria refletia consigo mesma em tudo quanto tinha conhecido, através do que lia, escutava e via; assim, progredia de modo admirável na fé, na sabedoria e em méritos, e sua alma se inflamava cada vez mais com o fogo da caridade! O conhecimento sempre mais profundo dos mistérios celestes a enchia de alegria,fazia-lhe sentir a fecundidade do Espírito, a atraía para Deus e a confirmava na sua humildade. Tais são os efeitos da graça divina: eleva do mais humilde ao mais excelso e vai transformando a alma de claridade em claridade.

            Feliz o coração da Virgem que, pela luz do Espírito que nela habitava, sempre e em tudo obedecia à vontade do Verbo de Deus. Não se deixava guiar pelo seu próprio sentimento ou inclinação, mas realizava, na sua atitude exterior, as insinuações internas da sabedoria inspiradas na fé. De fato, convinha que a Sabedoria de Deus, ao edificar a Igreja para ser o templo de sua morada, apresentasse Maria Santíssima como modelo de cumprimento da lei, de purificação da alma, de verdadeira humildade e de sacrifício espiritual.

            Imita-a tu, ó alma fiel! Se queres purificar-te espiritualmente e conseguir tirar as manchas do pecado, entra no templo do teu coração. Aí Deus olha mais para a intenção do que para a exterioridade de tudo quanto fazemos. Por isso, quer elevemos nosso espírito à contemplação, a fim de repousarmos em Deus, quer nos exercitemos na prática das virtudes para sermos úteis ao próximo com as nossas boas obras, façamos uma ou outra coisa de maneira que só a caridade de Cristo nos impulsione. É este o sacrifício perfeito da purificação espiritual, que não se oferece em templo feito por mão humana, mas no templo do coração onde Cristo Senhor entra com alegria.

 

Responsório

 

R. Virgem santa e imaculada, eu não sei com que louvores

poderei engrandecer-vos.

* Pois aquele a quem os céus não puderam abranger,

repousou em vosso seio.

V. Sois bendita entre as mulheres e bendito é o fruto,

que nasceu de vosso ventre. * Pois aquele.

 

Oração

Ó Deus, que preparastes morada digna do Espírito Santo no Imaculado Coração de Maria, concedei que por sua intercessão nos tornemos um templo da vossa glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.